CISM E PARCEIROS DISCUTEM ESTRATÉGIAS DE IMPLEMENTAÇÃO DO MULTIPLY


Teve lugar nos dias 10 e 11 de Fevereiro na cidade de Inhambane, uma reunião de coordenação entre o CISM e parceiros no âmbito do projecto Multiply. A reunião, contou com a presença dos responsáveis dos diversos pacotes do Multiply sob liderança do Investigador Principal do Estudo e Director Geral do CISM, Dr. Francisco Saúte, de representantes do Programa Nacional de Controlo da Malária (PNCM), da Direcção Provincial de Saúde, dos Serviços Distritais de Saúde, Mulher e Acção Social de Massinga, da Tchau-Tchau Malária, das Malária Consórcio, entre outros parceiros.


O evento, tinha como objectivo promover a socialização do projecto e discutir estratégias de implementação, incluindo a coordenação, planificação, execução, monitoria e divulgação dos resultados das várias componentes do estudo. Outrossim, o evento serviu de plataforma para partilha e consolidação das estratégias e instrumentos de implementação do Multiply, reforçar a capacidade de planificação e coordenação entre os parceiros, propiciar a apropriação do projecto por parte dos parceiros de implementação, e consolidar a estratégia de implementação do projecto a todos níveis do Sistema Nacional de Saúde.


A propósito do encontro, o Investigador Principal disse que “este projecto vai pilotar uma estratégia que em Moçambique só foi implementada em contexto de estudo, nunca em larga escala, pelo que é crucial haver um debate que antecede a implementação, como forma de socializar para que a mesma seja de acordo com a nossa realidade, e quiçá a nossa experiência seja usada por outros países que tencionem usar a mesma estratégia”.


Por outro lado, o Director Provincial de Saúde de Inhambane, reconheceu que na província de Inhambane, há uma grande probabilidade de aceitabilidade do estudo, principalmente porque a malária constitui um problema de saúde pública na província, entretanto, apelou a necessidade do envolvimento comunitário e adopção de estratégias de comunicação a nível da coordenação do estudo com os diferentes parceiros, como a nível de implementação junto com as comunidades.


Para além das apresentações realizadas pelo Investigador Principal sobre o CISM (âmbito de actuação e projectos em curso), foram também realizadas apresentações sobre a quimio-prevenção e iniciativas em curso em Moçambique (PNCM) e os resultados do site assessment (coordenador do projecto, Fabião Luís). Igualmente, foram realizadas e discutidas apresentações das diferentes componentes do projecto, nomeadamente: Inquéritos Demográficos (Edgar Jamisse), Estudos de COORTe (Nairo Mabote), Estudos Moleculares (Arlindo Chidimatebwe), Estudos de Ciências Sociais (Neusa Torres).

MULTIPLY é um projeto de cooperação entre vários países que inclui instituições públicas e privadas europeias e africanas com o objectivo de maximizar a administração do Tratamento Intermitente Preventivo (TIP) para o controlo da malária em crianças. Em Moçambique, o projecto será (2022-2025) implementado no distrito de Masssinga, província de Inhambane.


Este projecto, espera contribuir para para redução da carga de malária em crianças menores de dois anos, através da administração de um curso terapêutico completo de Sulfadoxina-Pirimetamina TIP-SP (estando ou não presentes parasitas) por meio do Programa Alargado de Vacinação (PAV) dos Sistemas Nacionais de Saúde de cada país membro, em intervalos definidos correspondendo a contactos de vacinação de rotina às 10 semanas de idade com difteria, toxoide tetânico e coqueluche (DTP) 2, 14 semanas com DTP3 e 9 meses de idade com a vacinação contra sarampo.


Este projecto, é financiado pela European & Developing Countries Clinical Trials Partnership (EDCTP), e com o apoio da Fundação Bill e Melinda Gates, da Fundação “la Caixa” e da Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (AECID).