DIARIAMENTE 320 CRIANÇAS MORREM DEVIDO A DOENÇAS PREVENÍVEIS E CURÁVEIS


Ministro da Saúde, no seu discurso de abertura por ocasião do II Simpósio em Saúde Global da Fundação Manhiça

Apesar dos esforços e colaboração globais que contribuíram para a redução da taxa de mortalidade materno-infantil para quase a metade em todo o mundo, a África Subsaariana e a Ásia do Sul, continuam a suportar a maioria das mortes por causas que poderiam ser evitadas, tais como a malária, as diarreias, as doenças infecciosas como o HIV/SIDA, a tuberculose, entre outras. “Em Moçambique, todos os dias, 320 crianças com menos de cinco