top of page

DIRECTOR DO CISM, DESTACA A IMPORTÂNCIA DO FORTALECIMENTO DA PARCERIA COM O CISA


Director do CISM, junto com a Directora do CISA, numa visita ao Centro Materno Infantil das Mabubas

O Director Geral do CISM, Francisco Saúte, visitou a 16 de Novembro, o Centro de Investigação em Saúde de Angola (CISA), localizado em Caixito, na província de Bengo, na região centro-norte do país. Na ocasião, o Director do CISM, foi recebido pela directora do CISA, Jocelyne Vasconcelos, que conduziu a visita às instalações e ao Centro Materno Infantil das Mabubas, onde decorrem algumas actividades de assistência clínica e de vigilância de morbilidade, implementadas pelo Centro.


Na oportunidade, Vasconcelos, explicou que o CISA que é actualmente gerido pelo Instituto Nacional de Investigação em Saúde (INIS) de Angola, foi criado em 2007 pelo governo de Angola junto com a Cooperação Portuguesa e a Fundação Calouste Gulbenkian. “Desde então o CISA, tem contribuido através de evidências científicas para a tomada de decisão em saúde em Angola, tendo como principais pilares a recolha de dados, a investigação e a formação”, comentou a directora do CISA.


Ainda de acordo com a directora do CISA, “o projecto de criação do CISA tinha como objectivo funcionar como catalisador da investigação biomédica em Angola, contribuindo para a resolução dos principais problemas de saúde, através de investigação epidemiológica e clínica das doenças mais prevalentes ou relevantes para a saúde pública em Angola. Desde o princípio, temos contado com o contributo e apoio do CISM, crucial a instalação do Sistema de Vigilância Demográfica (SVD). Mas também, a colaboração entre as duas instituições tem sido boa para o nosso crescimento. Um dos exemplos, é o TESA. Este consórcio, que contribui para o reforço das nossas capacidades de pesquisa, através do apoio e financiamento para aquisição de equipamentos e ferramentas para os nossos laboratorios, como também, para bolsas de formação.”

"O TESA contribui para o reforço das nossas capacidades de pesquisa, através do apoio e financiamento para aquisição de equipamentos e ferramentas para os nossos laboratorios, como também, para bolsas de formação"

Directores do CISM e do CISA, no laboratório do CISA em que parte dos equipamentos foram financiados no âmbito do TESA

“O CISA, publica anualmente uma média de 16 artigos científicos e conta com cerca de 37 colaboradores. Actualmente, os nossos estudos estão centradas na malária, Doenças Tropicais Neglegenciadas, Agentes Causais de Diarreias, Doenças Cardio-Vasculares, Nutrição, Determinantes de Saúde e Saúde Materno-Infantil”, comentou Claúdia Fançony, investigadora do CISA.


“Fiquei muito satisfeito por ver o crescimento que o CISA está registrar e acho que temos a oportunidade de trocar nossas experiências e conhecimentos para aumentar o nosso contributo nos nossos países, na região e no continente africano em geral, e aqui somos chamados a ver os desafios comuns para juntos avaliarmos como podemos avançar. Por exemplo, podemos passar a concorrer para financiamento de alguns projectos implementáveis tanto em Angola como em Moçambique”, comentou o Director do CISM.


A visita do Director do CISM, antecedeu a Reunião Anual do TESA (Trials of Excellence in Southern Africa) que decorreu nos dias 17 e 18 de Novembro, na capital de Angola, Luanda. Este consórcio, conta com cerca de 15 instituições membros, provenientes de 9 países africanos e 3 europeus e, é financiado pela European and Developing Countries Clinical Trials Partnership (EDCTP) e encontra-se na sua 3ª fase de implementação.

248 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page