top of page

INSTITUIÇÕES ITALIANAS PROCURAM ESTABELECER LAÇOS COM O CISM


Os represetantes das duas instituições visitaram as actividades de vigilância demográfica na Manhiça.

O Centro de Investigação em Saúde de Manhiça, recebeu no dia 3 de Outubro corrente, a visita dos italianos Christodoulos Xinaris, responsável de Laboratório de regeneração de órgãos do Instituto de Pesquisa Farmacológica Mario Negri e Giovanni Albini, presidente do Conselho de Administração da Fundação Terzi Albini. Os representantes das duas instituições, foram recebidos pelo Director Científico do CISM, Pedro Aide, acompanhado por investigadores responsáveis pelas diversas áreas de pesquisa no Centro.

"Estamos interessados em explorar temáticas de saúde"

Segundo Christodoulos Xinaris, o Instituto Mario Negri, uma instituição italiana vocacionada na pesquisa clínica e biomédica, a visita tinha como principal objectivo avaliar as capacidades e necessidades de investigação local, bem como, aferir a possibilidade de iniciar alguns novos projectos de investigação em Moçambique. “Estamos interessados em explorar temáticas de saúde de interesse para ambas instituições, tendo em conta e reconhecendo diferenças em algumas das principais preocupações próprias as características sociais, económicas, e/ou demográficas de cada país. A Regeneração de Órgãos por exemplo é uma preocupação na Itália, onde a maioria da população é idosa, mas possivelmente ainda não para Moçambique, onde a população é maioritariamente jovem”, comentou.

O Instituto Mario Negri conta com mais de 15.000 publicações científicas

Xinaris, defende a necessidade de capacitação de pessoal local para a pesquisas em doenças que afectam à saúde pública em Moçambique, incluindo as não transmissíveis, porém contemporâneas, como é o caso das Diabetes. Destacou igualmente, que o Instituto Mario Negri para além da pesquisa tem a pilares a formação e a disseminação, contando actualmente com 700 investigadores seniores (65% do sexo feminino), 8.000 investigadores juniores, mais de 15.000 publicações científicas e 3 locais de implementação, estando 1 em Milão e 2 em Bergamo, Itália.

"Apreciei a plataforma de vigilância demográfica"

Giovanni Albini da Fundação Terzi Albini, uma das entidades que financiam o Instituto Mario Negri, confessou estar positivamente surpreendido com as actividades desenvolvidas pelo Centro. “Apreciei como vocês implementam a plataforma de vigilância demográfica no distrito, e faz todo sentido que esta estratégia seja replicada em todo o país, pois permite a obtenção de dados actualizados. Penso também que a colaboração entre dois centros completamente diferentes, pois um preocupada com a fase adulta dos seres humanos, pesquisando sobre a regeneração de órgãos entre outros, e o outro mais focada na primeira fase da vida, poderá ser frutífero para instituições.


Xinaris e Albini, visitaram as actividades da plataforma de vigilância demográfica e geográfica na comunidade da Manhiça, as actividades vigilância de morbilidade e de assistência clínica no Hospital Distrital da Manhiça, as instalações do laboratório do CISM e tiveram a oportunidade de interagir com a equipa do centro preparada para o efeito.

"Esta foi uma oportunidade para demonstrar as capacidades do Centro"

O Director Científico do CISM, Pedro Aide que encabeçava a equipa, concluiu que “esta foi uma oportunidade para demonstrar as capacidades do Centro, e abre-se uma janela para o reforço das capacidades de pesquisa, através do estabelecimento de uma colaboração com o Instituto Mario Negri, e estamos expectantes em relação aos próximos passos”.

129 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page