top of page

SECRETÁRIA DE ESTADO DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL DA ESPANHA VISITA O CISM

Atualizado: 14 de jun.


Pilar Cancela junto com parte da equipa do CISM e do embaixador da Espanha

A Secretária de Estado de Cooperação Internacional da Espanha, Pilar Cancela, visitou o Centro de Investigação em Saúde da Manhiça (CISM) no Distrito da Manhiça, no dia 02 de Março, onde na ocasião congratulou o CISM pelo trabalho desenvolvido junto às comunidades em prol da Saúde dos mais vulneráveis.


A Secretária de Estado, foi recebida pela Administradora do Distrito da Manhiça, Maria Moçambique, na residência oficial, que destacou os problemas que assolam ao Distrito, derivados das fortes chuvas que causaram inundações e que destruíram diversas culturas. Agradeceu a contribuição do governo de Espanha ao longo de vários anos, para o desenvolvimento do CISM. Elogiou a cooperação entre o CISM e o Governo Distrital na implementação da pesquisa biomédica no distrito da Manhiça, através do Hospital Distrital da Manhiça (HDM), destacando a assistência clínica e a realização de vários estudos que o Centro implementa em colaboração com a administração do distrito e com o envolvimento dos habitantes do distrito.

Pilar Cancela

Pilar Cancela ressalvou que os resultados obtidos hoje pelo CISM são fruto de muito trabalho. “Em pleno século XXI acabamos de ter uma lição tão dura como foi a COVID-19, numa era que achávamos que estávamos muito envolvidos com a tecnologia, que chegamos a pensar que éramos imunes à tudo. A pandemia veio devolver a humildade do ser humano e mostrou que somos absolutamente vulneráveis a determinadas circunstâncias e isso nos fez perceber que aqueles lugares onde apostam nos sistemas primários de saúde, sólidos e consistentes e com políticas públicas claras responderam muito melhor a pandemia. Outro aspecto que queria enfatizar é a pesquisa, pois demo-nos conta que a pesquisa é fundamental. Quado tivemos a notícia sobre a vacina da malária, por exemplo, foi uma satisfação para todos, pois, sentimos que foi resultado de algo colectivo, nos sentimos parte desse êxito”.

Maria Moçambique, Administradora do Distrito da Manhiça, na recepção da Secretária de Estado Espanhol
O CISM é um dos projectos mais impactantes na relação bilateral entre Moçambique e Espanha.

Segundo Pilar, o CISM é um dos projectos mais impactantes na relação bilateral entre os 2 países e é de louvar o trabalho feito por este Centro. “Parabenizamos a dedicação e entrega dos vários pesquisadores que dedicam várias horas por dia ou mesmo anos à pesquisa cujo impacto é notório na vida das populações, e neste processo, notamos a participação e envolvimento de jovens que para além do emprego têm oportunidades de formação”, acrescentou.


Por outro lado, o Director Geral do CISM, Francisco Saúte, destacou a importância do financiamento do governo espanhol, através da AECID e segundo ele, “é uma honra para nós receber esta visita, e queremos mostrar as actividades que o Centro tem vindo a desenvolver, tanto nas comunidades, como a nível laboratorial e clínico. Mas também, esta é uma oportunidade para que tenham uma visão mais realística das condições e/ou desafios que enfrentamos para o exercício da pesquisa, bem como, as oportunidades que podem ser exploradas.”


Francisco Saúte, falou ainda da necessidade que o CISM tem de ampliar suas estruturas físicas na Manhiça para responder as dinâmicas actuais impostos pelo crescimento do CISM que já implementa estudos em quase todo o país. "E esse crescimento está também ligado ao facto de que o CISM foi abraçando novas áreas de pesquisa em Saúde, pois, no princípio o centro só fazia pesquisa na área de malária. Hoje, temos doenças que são um grande peso nas zonas centro e norte do país, mas são raros na zona sul, portanto, é necessário que expandamos para a zona centro, por exemplo, investiguemos e encontremos soluções para estes problemas de saúde pública", acrescentou Saúte.

Francisco Saúte, destacou a importância do financiamento do governo espanhol, através da AECID
Não é primeira visita de um Secretario de Estado da Cooperação Internacional ao Centro

Esta não é primeira visita de um Secretario de Estado da Cooperação Internacional ao Centro, em 2017 o Secretário de Estado de Cooperação Internacional e para Ibero América, Fernando García Casas, visitou o centro e em 2019 o então Secretário de Estado de Cooperación Internacional e para Ibero América, Juan Pablo de Laiglesia, visitou o CISM junto com a Rainha da Espanha.


Recordar que a aliança forjada com o Governo espanhol como principal financiador, esteve baseada na partilha de conhecimento e tecnologia, e reforço de capacidades locais, representando as relações de cooperação entre o Estado Moçambicano e o Estado Espanhol. A AECID joga um papel fundamental no desenvolvimento do CISM desde a sua criação até hoje como principal financiador da estrutura do CISM, permitindo este manter a sua competitividade a longo prazo e capacidade de atrair fundos e projectos de pesquisa específicos.


O governo espanhol através da sua agência de cooperação jogou junto ao governo de Moçambique um papel fundamental na criação da Fundação Manhiça, entidade gestora do CISM.

126 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page