25 anos.png
 

QUEM SOMOS

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • YouTube

CENTRO DE INVESTIGAÇÃO EM SAÚDE DE MANHIÇA (CISM)

O Centro de Investigação em Saúde de Manhiça (CISM) criado em 1996, é um centro de investigação consolidado, altamente especializado e com forte capacidade de investigação em doenças transmissíveis prevalentes em Moçambique, com particular enfoque às principais causas de morbi-mortalidade no país (malária, HIV/SIDA, tuberculose e doenças bacterianas).

 

A actuação do CISM centra-se na pesquisa. Para tal, conta com plataformas de pesquisa (vigilância geográfica e demográfica e vigilância de morbilidade), serviços de apoio à pesquisa (laboratório, tecnologia de informação, gestão e análise de dados) e formação.

Para gerir as actividades, o Centro conta com uma estrutura organizacional composta pela Direcção Geral, 3 Direcções de Áreas (Científica, Administrativa e Financeira), dentro das quais se encontram diferentes departamentos, que por sua vez incorporam sectores e serviços. 

FUNDAÇÃO MANHIÇA

O CISM é gerido pela Fundação Manhiça, uma entidade de direito privado e de utilidade pública, criada em 2008 pelos Governos de Moçambique e de Espanha, o Instituto Nacional de Saúde de Moçambique (INS), a Fundació Clínic per la Recerca Biomèdica (Hospital Clínic-Universitat de Barcelona) e o Dr. Pascoal M. Mocumbi como membro fundador honorário.

 

É nesta base que colabora com diferentes instituições tanto públicas como privadas, de diferentes âmbitos (a academia, a investigação e a assistência), estabelecendo, um modelo excepcional de partenariado público–privado no âmbito da cooperação ao desenvolvimento e da saúde global.

Ser um centro de excelência em investigação biomédica que permita informar as políticas de saúde a nível nacional e internacional.

Promover e realizar investigação biomédica em áreas de saúde prioritárias, para salvaguardar a saúde das populações mais vulneráveis.

VISÃO

MISSÃO

 

NOSSA HISTÓRIA

CRIAÇÃO DA FUNDAÇÃO

A criação da Fundação em 2008, foi um dos marcos mais importantes no desenvolvimento do Centro, pois permitiu dotar o CISM de uma estrutura legal moçambicana, que facilitasse a sua sustentabilidade e autonomia a longo prazo, mantendo o envolvimento e compromisso dos parceiros que a formam.

O Instituto de Saúde Global de Barcelona (ISGlobal) une-se ao Patronato, em substituição a Fundação Clínic de Barcelona

CRIAÇÃO DO CENTRO

O Centro desenvolveu-se seguindo a orientação de um Programa de Cooperação Bilateral entre os Governos de Moçambique e de Espanha, com o apoio do Hospital Clínic da Universitat de Barcelona (por via da Fundação Clínic per la Recerca Biomédica), para lutar contra as doenças e salvaguardar a saúde da população vulnerável, por meio da investigação, assistência sanitária e formação.

Como parte da estratégia integradora e de apropriação por parte do país, se unem ao seu patronato a Fundação para o Desenvolvimento da Comunidade (FDC) e a Universidade Eduardo Mondlane (UEM). 

 

ORGÃOS DE GOVERNAÇÃO

Dr. Leonardo Simão

Presidente da Fundação

CONSELHO DE PATRONOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

CONSELHO CIENTÍFICO

DIRECÇÃO EXECUTIVA

 

NOSSA EQUIPA