top of page

JOVENS PESQUISADORES DO CISM GANHAM BOLSAS DE ESTUDO


Dinis Nguenha & Anete Mendes

Anete Mendes e Dinis Nguenha, ambos investigadores assistentes do Centro de Investigação em Saúde de Manhiça (CISM) que aplicaram e conseguiram, no início de Setembro, a bolsa do TDR (Clinical Research Leadership Fellowship Programme), uma modalidade co-patrocinada pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), o Banco Mundial e a Organização Mundial de Saúde (OMS), e financiada pela Fundação Bill & Melinda Gates e pela Federação Internacional de Fabricantes e Associações Farmacêuticas (IFPMA).


O programa em que os dois investigadores estarão inseridos, inclui dois anos de formação. Para Anete que já se encontra na Espanha, o primeiro ano de treinamento será em Barcelona, no Instituto de Saúde Global de Barcelona (ISGlobal), e o segundo ano no CISM para reintegração e implementação do aprendizado, enquanto que Dinis irá passar um treinamento em Genebra, na Suíça, concretamente na Fundação para Novos Diagnósticos Inovadores (FIND) e no ISGlobal, no seu primeiro ano, e o segundo será também para implementação do aprendizado no CISM.


A capacitação estará direcionada à pesquisa e desenvolvimento em Parcerias para o Desenvolvimento Produtivo (TPOs) com objectivo de desenvolver as capacidade do pessoal local de países de baixa e média renda (PRMBs) endêmicos para doença, com vista a aprimorar competências em ensaios clínicos de medicamentos, vacinas e diagnósticos de uma ampla gama de doenças infecciosas relacionadas com a pobreza e de Doenças Tropicais Negligenciadas (DTN).


A expectativa, segundo Dinis Nguenha, é de que, após o treinamento, seja possível apoiar o CISM no desenho de novas ferramentas de diagnósticos de tuberculose, assim pretende, com esta oportunidade, melhorar a capacidade de concorrer a fundos internacionais para implementação de projectos de modo a minimizar a dependência dos pesquisadores seniores. Por sua vez, Anete disse que almeja melhorar a sua compreensão sobre epidemiologia e análise de dados, assim como melhorar a escrita de artigos científicos, e com isso, contribuir para o crescimento da área de Saúde Materna Infantil no CISM.


“No CISM, há uma necessidade de melhorar a capacidade de pesquisa com mulheres grávidas e crianças, temos ainda poucos projectos ou ensaios com este grupo algo”, acrescentou Mendes.


“Como profissionais de saúde, vejo que temos que aprimorar cada vez mais o nosso conhecimento científico para pesquisa. Então, oportunidades como esta nos capacita para melhor pesquisarmos ao mesmo tempo que treinamos outros colegas através dos conhecimentos adquiridos”, acrescentou Nguenha.


Os jovens investigadores encorajam aos interessados a este tipo de programa para que não tenham receio em aplicar para este tipo de aplicação, pois, de acordo com os dois, estar no CISM já é uma grande oportunidade para concorrer e ganhar diferentes bolsas ou estágios para aprimorar a pesquisa em saúde.


Referir que Anete Mendes, é médica da área de pesquisa em Saúde Materna, Sexual e Reprodutiva do CISM desde 2021 e Dinis Nguenha, também médico e pesquisador assistente, juntou-se ao CISM em 2018 para trabalhar na área de Tuberculose e HIV/SIDA, tendo concluído recentemente o seu Mestrado em Controle de Doenças Infecciosas pela Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres (LSHTM), no Reino Unido.

149 visualizações0 comentário

Comments

Couldn’t Load Comments
It looks like there was a technical problem. Try reconnecting or refreshing the page.
bottom of page