landscape.jpg

WEBINAR Alusivo ao dia Mundial da Tuberculose

A tuberculose (TB) é uma das principais causas de morte por doença infecciosa no mundo. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), são registados anualmente cerca de 10 milhões de casos tuberculose (TB) e, apesar de ser uma doença evitável e curável, cerca de 1,5 milhão de pessoas morrem anualmente devido a doença, tornando-a na principal causa de morte infecciosa do mundo.

Ainda de acordo com a OMS e o Programa Nacional de Controlo da Tuberculose, Moçambique encontra-se na lista dos países com maior taxa de incidência e mortalidade por TB no mundo, como também a TB é a primeira causa de morte em pacientes com HIV em Moçambique, quando a taxa de TB resistente a medicamentos em Moçambique está a aumentar progressivamente.

De modo a aumentar a conscientização pública sobre as consequências sociais e económicas, devastadoras para a saúde, que a tuberculose tem causado, e para intensificar os esforços para acabar com a epidemia global da doença, a OMS definiu 24 de Março, como o Dia Mundial da Tuberculose, data que marca o dia em que, em 1882 o Dr. Robert Koch anunciou ter descoberto a bactéria que causa a tuberculose, o que abriu caminho para o diagnóstico e a cura desta doença.

Este ano, esta data é celebrada sob o lema, “Investir na eliminação da Tuberculose é salvar vidas”, que segundo a OMS, a mesma transmite a necessidade urgente de investir recursos para acelerar a luta contra a TB e cumprir os compromissos assumidos pelos líderes globais, visando acabar com a TB.

Neste contexto, o Centro de Investigação em Saúde de Manhiça (CISM) junto com os seus parceiros, promovem uma reflexão sobre a tuberculose em Moçambique, seus desafios e perspectivas bem como, sobre o papel da pesquisa e do investimento para acabar com a doença.​​

Oradores

Parceiros