top of page

CISM DOA EQUIPAMENTOS AOS HOSPITAIS DA MANHIÇA E XINAVANE


Em virtude das actividades levadas a cabo pelo estudo PRECISE (Cuidados da Gravidez Integrando a Ciência translacional, em todo lugar) e o estudo eficácia e segurança do artesunato de pironaridina (Piramax) do ensaio clínico denominado PYRAPREG que visa determinar a segurança, eficácia e farmacocinética do Piramax em mulheres grávidas (2º ou 3º trimestre) com malária não complicada por P. falciparum, a Fundação Manhiça, entidade gestora do Centro de Investigação em Saúde de Manhiça (CISM) doou no dia 28 de Setembro, equipamentos médicos diversos para apoiar às actividades clínicas dos Hospitais Rural de Xinavane e Distrital de Manhiça, duas unidades sanitárias onde decorrem estes estudos.


No acto da entrega, e na presença de representantes dos Serviços Distritais de Saúde, Mulher e Accão Social do Distrito, da Direcção dos Hospitais e representantes da Fundação Manhiça, o Director Geral do CISM, Francisco Saúte, disse que esta iniciativa é parte da responsabilidade social da Fundação, que opera através do CISM nestes dois hospitais, e, ao transferir todos os direitos e propriedades dos bens as referidas unidades sanitárias, espera-se que os mesmos sejam usados a favor dos seus utentes na sua plenitude.

Não é a primeira vez que o CISM doa equipamentos ao Hospital Rural de Xinavane

Por sua vez, o Director do Hospital Rural de Xinavane, Flávio Felisberto, expressou satisfação pelos artigos recebidos e afirmou que alguns dos bens estavam em ruptura naquela unidade sanitária. “O CISM é um parceiro antigo do nosso hospital. Não é a primeira vez que recebemos este tipo de doação no âmbito dos diversos estudos que implementa. Neste sentido, temos tido ganhos em termos de equipamentos e reforço do pessoal”, ressalva o Director.


Em representação ao Hospital Distrital da Manhiça, Isália Carlos de Matos, Directora Clínica, proferiu palavras de agradecimento ao CISM, acrescentando que a falta constante de equipamentos clínicos prejudica o trabalho dos médicos e os bens doados vão tornar mais céleres alguns procedimentos. A directora clínica, pediu ainda que CISM continue a apoiar o Hospital, olhando sempre para as necessidades particulares, assim como tem feito ao longo dos anos.


Contudo, Sónia Muculuve, coordenadora clínica de ambos Estudos em Moçambique, referiu que a doação é feita no âmbito dos estudos PRECISE e PYRAPREG. O primeiro, é um estudo de coorte prospectivo de mulheres grávidas com objectivo de avaliar a incidência de distúrbios placentares em três países africanos (Moçambique, Quénia e Gâmbia), financiado pela UK Research and Innovation (UKRI), um organismo público independente do governo do Reino Unido. E o segundo, é um ensaio clínico multicêntrico realizado em cinco países africanos (Gâmbia, República Democrática do Congo, Burkina Faso, Mali e Moçambique), financiado pela Parceria Europa e Países em Desenvolvimento para os Ensaios Clínicos (EDCTP).


De referir que entre o equipamento doado encontram-se Batas e Aventais Descartáveis, Ressuscitadores Manuais, Pera de Borracha para Limpeza do Canal Auditivo, Fitas para Medição da Altura Uterina, Clamps Umbilical, Bisturis, Máscaras N95, Plainitos, Toucas, Balanças para Crianças e Álcool Desinfetante para as mãos, entregues às duas unidades sanitárias.

62 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page